AP Photo/Nasser Nasser
AP Photo/Nasser Nasser

Abbas pede a Vaticano, Rússia, França e Jordânia que impeçam mudança de embaixada dos EUA

Presidente da Autoridade Palestina falou com líderes pouco depois de ser comunicado por Donald Trump sobre plano americano; Putin se disse a favor da retomada das negociações entre palestinos e israelenses, incluindo a situação a situação de Jerusalém

O Estado de S.Paulo

05 Dezembro 2017 | 16h11

RAMALLAH, CISJORDÂNIA - O presidente da Autoridade Palestina (AP), Mahmoud Abbas, pediu nesta terça-feira, 5, que o papa Francisco e os líderes de Rússia, França e Jordânia atuem contra a intenção do presidente americano, Donald Trump, de transferir a embaixada em Israel de Tel-Aviv para Jerusalém.

Trump diz a Abbas que pretende mudar embaixada americana para Jerusalém

"Depois de sua conversa com o presidente (Donald) Trump, o presidente Abbas falou com os presidentes de Rússia e França, com o papa e com o rei Abdullah da Jordânia", disse Nabil Abu Rdainah, porta-voz do líder palestino. "Ele lhes pediu para tal movimento seja rejeitado e os exortou a intervir para evitar que isso aconteça."

O porta-voz também explicou que Abbas não foi informado por Trump sobre o momento em que o governo americano planeja fazer a mudança de sua representação diplomática.

Em breve comunicado, o Kremlin informou que o presidente russo, Vladimir Putin, garantiu a Abbas que defende a retomada de negociações entre palestinos e israelenses, incluindo a discussão sobre a situação de Jerusalém.

Ainda não há detalhes sobre o contato do palestino com os outros líderes. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.