Acelerador de partículas quebra recorde de energia

Cientistas afirmaram hoje que o maior colisor de partículas do mundo estabeleceu um novo recorde para aceleração de prótons, enviando feixes de partículas a 1,18 trilhão de elétrons volt (TeV). Um comunicado da Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear (Cern, na sigla em francês) informou que o Grande Colisor de Hádrons superou a marca anterior, de quase 1 TeV, do Fermilab, que fica próximo a Chicago, nos Estados Unidos.

AE-AP, Agencia Estado

30 Novembro 2009 | 10h33

O mais recente sucesso do Cern, hoje, é parte da preparação para experimentos muito mais significativos, que devem começar no ano que vem, sobre o surgimento da matéria e do universo. No ano passado, o aparato que fica na fronteira entre a Suíça e a França quebrou pouco após ser inaugurado, em setembro, ficando parado durante vários meses para reparos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.