Adversário critica palavras de premiê

O opositor e líder do Partido Trabalhista de Israel, Isaac Herzog - principal adversário do premiê Binyamin Netanyahu nas eleições do dia 17 -, afirmou que o discurso do primeiro-ministro ao Congresso americano "atinge as relações dos dois países" e "não deterá" o programa nuclear iraniano.

JERUSALÉM, O Estado de S.Paulo

04 Março 2015 | 02h05

"Sem dúvida, Netanyahu sabe fazer discursos, mas o que escutamos hoje (ontem), por mais impressionante que seja, não deteve nem deterá o programa nuclear do Irã", disse Herzog em um evento eleitoral em Nir Moshe, perto da Faixa de Gaza.

Herzog também criticou o discurso de Netanyahu pela crise aberta com o governo Barack Obama, que não foi consultado antes de o líder israelense aceitar o convite do presidente da Câmara, o republicano John Boehner. "Aliado só temos um: a potência mais forte do mundo, os EUA", disse Herzog.

"Quero destacar que nenhum líder israelense tolerará um Irã nuclear. A determinação de impedir que o Irã tenha armas nucleares cruza os oceanos e as fronteiras."

Sobre as críticas de Netanyahu ao possível acordo liderado pelos EUA, Herzog disse que a questão não é apontar que o acordo é ruim, "mas como impedir que esse acordo ruim seja fechado". / EFE

Mais conteúdo sobre:
Israel O Estado de S. Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.