1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Alemanha aprova projeto de lei que facilita expulsão de criminosos estrangeiros

- Atualizado: 28 Janeiro 2016 | 10h 29

Decisão foi tomada após ataques atribuídos a migrantes em Colônia na noite de ano-novo; condenado pode perder status de refugiado 

BERLIM - O governo alemão aprovou na quarta-feira 27 um projeto de lei que autoriza a expulsão de criminosos estrangeiros condenados à prisão, elaborado depois dos ataques atribuídos a imigrantes contra mulheres em 31 de dezembro em Colônia.

"O projeto de lei prevê que estrangeiros criminosos poderão ser expulsos quando forem condenados a uma pena de prisão", indicou o governo após uma reunião do conselho de ministros. Os delitos e crimes abrangidos pela lei são os atos de violência contra uma pessoa, agressões sexuais e ataques contra a polícia. Também poderão ser afetados pela nova lei os ladrões reincidentes.

Flores e cartas de protesto foram colocadas na escadaria da estação de trem após ataques no ano novo

Flores e cartas de protesto foram colocadas na escadaria da estação de trem após ataques no ano novo

Uma pessoa condenada pode perder o estatuto de refugiado, de acordo com o projeto elaborado após os crimes em Colônia na noite de 31 de dezembro, quando homens strangeiros, em sua maioria árabes, incluindo muitos refugiados, atacaram mulheres.

Até agora, a polícia, que a princípio minimizou o caso, registrou mais de mil queixas, das quais centenas por agressões sexuais. Esses eventos chocaram os alemães e deram força à crítica da política de imigração da chanceler Angela Merkel. /AFP

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em InternacionalX