Alemanha prende suposto financiador da Al-Qaeda

Autoridades alemãs informam a captura de um suposto membro da Al-Qaeda, procurado na Espanha por suspeita de ter ajudado a financiar a rede terrorista durante anos. Mamoun Darkazanli, de 46 anos, tem dupla nacionalidade - síria e alemã. Ele está sob custódia em Hamburgo e poderá ser extraditado, disse a porta-voz judicial Sabine Westphalen. Darkazanli havia sido interrogado por autoridades alemãs após os atentados de 11 de setembro de 2001, depois que ficou claro que três dos seqüestradores suicidas haviam vivido em Hamburgo. Na época, ele foi solto por falta de provas. O presidente dos EUA, George W. Bush, já se referiu à empresa de Darkazanli como fachada para atividades terroristas. Autoridades espanholas alegam que Darkazanli é "uma das figuras-chave da rede terrorista Al-Qaeda" e "o contato e assessor permanente de Osama bin Laden na Alemanha". Ele é acusado de oferecer apoio logístico e financeiro para terroristas na Espanha e Reino Unido desde 1997.

Agencia Estado,

15 Outubro 2004 | 14h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.