1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Após naufrágios, ativistas da Grécia planejam atos na fronteira com a Turquia

- Atualizado: 23 Janeiro 2016 | 09h 32

Grupos ativistas de esquerda na Grécia planejam dois dias de manifestações na fronteira do país com a Turquia, para pedir às autoridades que aliviem as restrições ao trânsito de imigrantes após dois naufrágios causarem a morte de ao menos 46 pessoas somente nesta semana.

A concentração do ato será na cidade de Alexandrópolis na tarde desde sábado e neste domingo. O objetivo dos manifestantes é marchar ao longo da barreira de 10,5 quilômetros levantada há quatro anos para separar a Grécia da Turquia.

Desde o início do ano, mais de 60 pessoas perderam a vida em naufrágios em águas gregas enquanto tentavam, por mar, acessar a União Europeia.

Os fortes ventos registrados no sábado na região atrasaram os planos da guarda costeira grega de buscar mais corpos na ilha de Calímnos, no mar Egeu, onde morreu a maioria dos náufragos desta semana. Fonte: Associated Press.

Mais em InternacionalX