Robert S. Price/Courtesy U.S. Navy (via REUTERS)
Robert S. Price/Courtesy U.S. Navy (via REUTERS)

Número de mortos em ataque dos EUA à Síria sobe para 9, diz agência

Segundo a agência de notícias 'Sana', sete pessoas ficaram feridas e casas na região foram severamente danificadas

O Estado de S.Paulo

07 Abril 2017 | 03h59
Atualizado 07 Abril 2017 | 08h00

BEIRUTE - Nove civis, incluindo quatro crianças, foram mortos pelo ataque de mísseis dos EUA contra uma base aérea síria perto da cidade de Homs nesta sexta-feira, 7, afirmou a agência de notícias estatal Sana.

Os civis foram mortos em vilarejos perto da base aérea. De acordo com a agência, outras sete pessoas ficaram feridas e casas na região foram severamente danificadas.

Mais cedo, o governador de Homs, Talal Barazi, disse que sete pessoas haviam morrido no ataque. Não ficou imediatamente claro se esses eram números separados de mortes.

Já o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), entidade com base em Londres que se opõe ao regime do presidente, Bashar Assad, informou que o ataque deixou quatro mortos, incluindo um general.

O OSDH também relatou que 12 hangares e um depósito de combustível da base de Shayrat, na Província de Homs, foram destruídos na ação. / REUTERS e AFP

Mais conteúdo sobre:
BEIRUTE Estados Unidos Londres Síria

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.