REUTERS/Omar Sobhani
REUTERS/Omar Sobhani

Ataque suicida em Supremo Tribunal mata 19 no Afeganistão

Atentado aconteceu no fim da tarde, quando os funcionários do principal órgão judicial saiam do trabalho

O Estado de S.Paulo

07 Fevereiro 2017 | 14h11

CABUL - Pelo menos 19 pessoas morreram e 41 ficaram feridas nesta terça-feira,7, em um ataque suicida cometido no estacionamento da sede do Supremo Tribunal do Afeganistão, em Cabul, em pleno horário de saída dos funcionários.

"Infelizmente, até o momento temos 19 mortos e 41 feridos na explosão", indicou o porta-voz do Ministério da Saúde, Wahidullah Majroh.

O ataque aconteceu por volta das 16h (horário local, 9h30 em Brasília), quando os funcionários do principal órgão judicial saiam do trabalho, segundo um policial, que pediu para não ser identificado.

Esse é o segundo grande ataque registrado em Cabul este ano. Em 10 de janeiro, um duplo atentado nas imediações do Parlamento, também em Cabul, causou a morte de 38 pessoas e deixou mais de 100 feridas.

Recentemente, a missão da ONU no Afeganistão (Unama) informou que o ano de 2016 foi o mais sangrento para a população civil no Afeganistão, com 11.418 vítimas (3.498 mortos e 7.920 feridos), desde que essa contagem começou a ser feita, em 2009.

Os números representam um aumento geral das vítimas de 3% com relação a 2015, uma intensificação que foi ainda mais significativa no caso das crianças, que experimentaram uma alta de 24%, com quase 1.000 menores de idades mortos. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.