Ataques atrapalham obras de reconstrução no Iraque, diz Straw

O chanceler britânico, Jack Straw, disse nesta terça-feira que 98% das escolas e todos os hospitais iraquianos reabriram, mas que os contínuos ataques dos remanescentes simpatizantes do regime de Saddam Hussein atrapalham os trabalhos de reconstrução no país. ?Os principais problemas estão nas áreas ao norte e oeste de Bagdá, o chamado triângulo sunita, de onde foi recrutada a maioria dos membros da Guarda Republicana?, afirmou Straw na Câmara dos Comuns. Os ataques dos simpatizantes de Saddam em Bagdá impedem a capital de ter de volta mais do que entre 70% e 90% do fornecimento de água anterior à guerra, disse Straw. Mas acrescentou que por todo o país os iraquianos estão recebendo mais eletricidade do que antes do conflito e que 26 dos 27 milhões de habitantes do país estão recebendo as cestas básicas de alimentos distribuídas pela ONU.

Agencia Estado,

15 Julho 2003 | 12h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.