Assine o Estadão
assine

Internacional

Paquistão

Atentado suicida contra patrulha policial deixa ao menos 11 mortos no Paquistão

Bomba explodiu em rota que leva ao Afeganistão; região é reduto do Taleban, mas nenhum grupo assumiu a autoria até aqui

0

Agências,
O Estado de S.Paulo

19 Janeiro 2016 | 06h15

PESHAWAR - Um atentado suicida à bomba deixou ao menos 11 mortos e 21 feridos em Peshawar, no Paquistão, nesta terça-feira, 19. Segundo as autoridades, o autor do ataque terrorista dirigiu uma motocicleta para se aproximar de um ponto de patrulha policial e detonar os explosivos. Nenhum grupo assumiu a autoria do ação até aqui.

O porta-voz da polícia, Igbal Khan, afirmou à AP que a estrada ligava o Paquistão ao Afeganistão e que na cidade de Peshawar, região onde vivem tribos do país, concentram-se membros do Taleban e de outros grupos islâmicos radicais. Dentre os mortos, Khan informou que quatro eram policiais e um era o jornalista Mahboob Shah Afridi, que era presidente do sindicato de tribos da categoria na região vizinha de Khyber. 

Na quarta-feira da semana passada, um centro contra a poliomielite em Quetta foi alvo de um atentado. Ao todo 15 pessoas morreram. A maior parte era policial que escoltava as equipes de vacinação. Estes incidentes acontecem no meio de uma significativa diminuição no número de ataques no Paquistão desde que em junho de 2014 o exército começou uma operação antiterrorista no noroeste do país, na qual pelo menos 3.400 insurgentes e 488 militares morreram./AP e EFE

Mais conteúdo sobre:

Comentários