Atirador de Toulouse diz que se entregará na tarde desta quarta

Unidade de elite da polícia fez 'diversas tentativas de invasão', na quarta-feira, no local onde o suspeito está entricheirado, mas foi recebida a tiros, de acordo com o promotor do caso

21 Março 2012 | 16h20

TOULOUSE - O suspeito do assassinato de quatro judeus e três militares na região de Toulouse, sul da França, que está cercado pela polícia, disse que agiu sozinho e afirmou que se renderá no final da tarde desta quarta, 21.

 

Em um encontro com a imprensa, o promotor encarregado pela investigação de Paris, Francois Molins, confirmou que o suspeito, Mohamed Merah, disse à polícia que "quer se entregar no final da tarde".

 

A unidade de elite da polícia fez "diversas tentativas de invasão", na quarta-feira, no local onde o suspeito está entricheirado, mas foi recebida a tiros, de acordo com o promotor. "O suspeito não expressa qualquer arrependimento, exceto por não ter causado mais vítimas e vangloria de ter 'colocado a França de joelhos", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.