Atriz pornô é apedrejada até a morte no Irã

Uma mulher de 35 anos foi apedrejada até à morte numa prisão de Teerã, oito anos depois dela ter atuado em filmes pornográficos, informou hoje o jornal Entekhab. A mulher foi presa depois que a polícia obteve cópia de um de seus filmes. Antes de ser apedrejada, no domingo, na penitenciária de Evin, ela foi parcialmente enterrada. A mulher, cujo nome não foi divulgado, negou ter cometido qualquer crime, mas evidências e testemunhos levaram a Suprema Corte a autorizar o apedrejamento, que é uma punição rara no Irã: o país geralmente condena à morte pelo enforcamento.

Agencia Estado,

21 Maio 2001 | 16h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.