AP Photo/Matt Dunham
AP Photo/Matt Dunham

Autoridades britânicas reforçam segurança nas proximidades do Palácio de Buckingham

Circulação de veículos em torno do palácio estará proibida durante a troca de guarda; medida visa proteger turistas e militares contra ameaças terroristas

O Estado de S.Paulo

21 Dezembro 2016 | 11h24

LONDRES - Autoridades britânicas fecharão ao tráfego a partir desta quarta-feira, 20, o perímetro em torno do Palácio de Buckingham durante a troca da guarda para evitar um atentado como o de Berlim, quando um caminhão invadiu uma feira natalina deixando 12 mortos. A cerimônia de troca da guarda na residência londrina da rainha Elizabeth II atrai milhares de turistas.

A partir desta quarta-feira, a circulação de veículos em torno do palácio estará proibida entre as 10h45 e 12h30 locais, uma "precaução necessária" para proteger turistas e militares, informou a polícia em um comunicado. A troca da guarda ocorre todos os dias de abril a julho e a cada dois dias no restante do ano.

Agentes disseram que haviam adiantado a aplicação das restrições ao tráfego pelo atentado de segunda-feira com um caminhão em Berlim. A polícia londrina disse dispor de "planos detalhados para a proteção de atos públicos durante o período de Natal e Ano Novo". Na escala de ameaça terrorista mantida pelas autoridades britânicas, o nível é "severo", o segundo mais alto, o que significa que é "altamente provável" que ocorra um atentado.

Alex Younger, diretor da agência de espionagem britânica no exterior, MI6, disse no início de dezembro que o Reino Unido enfrenta uma ameaça terrorista sem precedentes que não diminuirá enquanto a guerra civil na Síria não terminar. "Não estaremos a salvo das ameaças que emanam deste lugar (Síria) até que a guerra civil acabe", disse ele. / AFP

Mais conteúdo sobre:
Alemanha segurança Terrorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.