Avião dos EUA lança panfletos no Afeganistão

"A aliança das nações está aqui para ajudar o povo do Afeganistão". Esta é a mensagem que se lê nos 385.000 volantes lançados por um bombardeiro B-52 sobre as regiões noroeste e sudeste do país, que vem sendo alvo dos ataques americanos. Os volantes, que têm o tamanho e o formato de um dólar, são uma das "armas psicológicas" utilizadas pelo Pentágono para explicar à população afegã os verdadeiros objetivos dos ataques sobre o país. Escrito em três idiomas (inglês, pashtu e dari), os folhetos exibem também a foto de um soldado americano que estende a mão a um cidadão afegão. Um segundo volante indica a hora e a freqüência de rádio onde pode ser escutada a seguinte mensagem: "Não temos nenhuma intenção de fazer mal à população. Matenham-se distantes das instalações militares, dos edifícios governamentais, dos campos terroristas, das ruas, das fábricas e das pontes. Se estão perto destes lugares, devem afastar-se". "Com a ajuda de vocês, este conflito pode terminar rapidamente, e o Afeganistão voltará a pertencer a vocês e não aos tiranos ou aos estrangeiros", conclui a mensagem. Leia o especial

Agencia Estado,

16 Outubro 2001 | 22h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.