AP
AP

Avião que pousaria em São Paulo é desviado após suspeita de bomba

Boeing 777 da Turkish Airlines saiu de Istambul e pediu permissão para pousar no Marrocos após bilhete com a palavra 'bomba' ser encontrado em banheiro

Fernando Nakagawa, Correspondente / Londres, O Estado de S. Paulo

30 Março 2015 | 09h49

(Atualizada às 11h05) LONDRES - Um voo da companhia Turkish Airlines que tinha como destino a cidade de São Paulo foi desviado para o Marrocos após uma suposta ameaça de bomba. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa da aérea em Istambul ao Estadão Broadcast. Segundo a empresa, uma investigação está sendo realizada no avião que pousou em segurança no aeroporto de Casablanca. Se nada for encontrado, o equipamento poderá continuar viagem para o Brasil. 

Segundo a empresa, o Boeing 777 que fazia o voo TK15 entre Istambul, na Turquia, e o aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, pousou em segurança no Aeroporto Internacional Mohammed V, em Casablanca, no Marrocos. "O avião foi desviado após uma ameaça de bomba", disse em nota o vice-presidente de relações com a mídia, Ali Genç. "A necessária investigação dentro da aeronave continua sendo feita e a decisão sobre a continuidade do voo para São Paulo será tomada de acordo com o resultado desse exame do avião", diz o vice-presidente na nota enviada ao Broadcast.

Informação não confirmada pela companhia afirma que um bilhete com a palavra "bomba" teria sido encontrado em um dos banheiros da aeronave. O voo TK15 leva 256 passageiros e deixou a cidade turca nesta manhã às 9h55 no horário local (3h55 no horário de Brasília). O avião tinha previsão inicial o pouso no aeroporto de Guarulhos às 16h55. Depois de pousar no terminal paulista, o voo prossegue para a Argentina até o aeroporto de Ezeiza, em Buenos Aires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.