Avião que seguia para Tel Aviv recebe ameaça de bomba

Um avião da Lufthansa que se dirigia a Tel Aviv, em Israel, foi desviado e escoltado por caças israelenses até o Chipre depois que a companhia aérea recebeu uma ameaça de bomba. O porta-voz da empresa em Israel, Yitzhak Zaroni, disse que a pessoa que falava ao telefone tinha sotaque árabe. "Quando o avião estava em vôo, a Lufthansa recebeu uma chamada telefônica na Alemanha dizendo que havia um artefato explosivo a bordo", disse Zaroni. Depois de consultar autoridades israelenses, a empresa aérea decidiu desviar o vôo para Larnaca, no Chipre. O avião, um Boeing 747, levava 331 passageiros.

Agencia Estado,

05 Outubro 2004 | 10h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.