Francisco Bonilla/Reuters
Francisco Bonilla/Reuters

Bactéria dos 'pepinos assassinos' chega à Inglaterra

Tipo letal da E.Coli, que já matou nove pessoas na Alemanha, foi diagnosticada em morador inglês

AE, Agência Estado

28 Maio 2011 | 16h22

LONDRES - Uma pessoa na Inglaterra foi diagnosticada com um tipo letal da bactéria E. Coli que pode ter vindo de pepinos orgânicos cultivados na Espanha. A bactéria já matou nove pessoas na Alemanha e quase 300 foram internadas em hospitais. Alguns casos também foram registrados na Suécia, na Dinamarca e na Holanda. Por conta das mortes, os produtos foram apelidados de "pepinos assassinos" nos locais afetados.

A recomendação das autoridades é que pessoas que estejam viajando para a Alemanha não comam pepinos, tomates crus ou alface. A Autoridade de Proteção à Saúde da Grã-Bretanha afirmou que três alemães que estão atualmente na Inglaterra ficaram doentes e já foi confirmado que um dos casos envolve a bactéria. Segundo a autoridade, a epidemia da Alemanha é séria. A bactéria é infecciosa e pode provocar infecções secundárias. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.