Bangladesh bloqueia Facebook para impedir sátiras políticas

Acesso será retomado quando operadores puderem 'bloquear conteúdos antissociais'

Efe,

30 Maio 2010 | 05h12

O governo de Bangladesh ordenou o bloqueio temporário do portal virtual Facebook por divulgar conteúdos ofensivos ao Islã e pornográficos, informou neste domingo, 30, uma fonte do organismo regulador, citada pela edição digital do jornal Daily Star.

 

"Bloqueamos temporariamente todo o acesso ao Facebook", explicou um oficial da Comissão Reguladora de Telecomunicações de Bangladesh, acrescentando que "foi feito de acordo com a decisão da cúpula do governo", tomada neste sábado, 29.

 

A proibição chegou pouco depois que as autoridades detiveram no sábado um indivíduo por colocar nesse espaço virtual imagens satíricas de alguns políticos, incluindo a primeira-ministra, Sheikh Hasina.

 

"O acesso ao Facebook será retomado quando os operadores encontrarem uma maneira de bloquear os conteúdos antissociais", ressaltou a fonte do organismo regulador.

Mais conteúdo sobre:
Bangladesh Facebook

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.