Barca com 300 pessoas a bordo naufraga na República Democrática do Congo

As autoridades estimam que a maior parte dos ocupantes morreu no acidente

EFE, EFE

05 Setembro 2010 | 15h12

Uma embarcação com 300 passageiros a bordo naufragou no rio Kasai, na região central da República Democrática do Congo (RDC), informaram as autoridades, sem precisar ainda o número de vítimas.

 

As autoridades provinciais estimam que a maior parte dos ocupantes morreu no acidente, mas não puderam ainda determinar os números. A embarcação afundou na noite deste sábado, numa localidade a menos de 100 quilômetros de Tshikapa, de onde havia zarpado com destino a Nyalongo, na província de Kasai Ocidental.

 

De acordo com essas fontes, aparentemente houve um incêndio causado por uma falha nos motores da embarcação e o fogo se propagou rapidamente porque havia vários galões de combustível a bordo.

O Ministério de Comunicação da RDC confirmou em Kinshasa que 300 passageiros estavam na embarcação, mas não informou dados sobre vítimas.

 

Os naufrágios de barcas são frequentes na RDC e nos países vizinhos da região dos Grandes Lagos africanos, onde a escassez de estradas faz com que o transporte fluvial seja o mais usado, embora também perigoso.

 

Além de frequentemente exceder o número autorizado de passageiros, as embarcações costumam transportar bastante mercadoria, o que aumenta o peso a bordo e, consequentemente, o risco de acidentes.

Mais conteúdo sobre:
congo áfrica barca naufrágio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.