1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Bispo australiano é acusado de abusar de aluno

AE - Agência Estado

30 Junho 2014 | 02h 21

O bispo Max Davis, representante sênior da Igreja Católica na Austrália, renunciou a seu cargo após ser acusado de abusar sexualmente de um aluno em 1969, informou o Ordinariado Militar Católico da Austrália. Na época, ele lecionava na escola católica St. Benedict, e atualmente chefia a diocese militar da igreja na Austrália.

A polícia local se limitou a informar que acusou um homem de 68 anos na sexta-feira por assediar sexualmente um garoto de 13 anos. Sem identificar o homem, a polícia disse que o acusado enfrenta três acusações por tratamento indecente a crianças com menos de 14 anos.

Davis negou as acusações e renunciou ao cargo enquanto o tribunal lida com o caso. Ele comparecerá a um tribunal de Perth em 25 de julho. Fonte: Associated Press.