Boca-de-urna dá ampla vantagem a Berlusconi

O magnata e líder direitista Silvio Berlusconi é o grande vencedor das eleições italianas, segundo as primeiras sondagens de boca-de-urna divulgadas na noite deste domingo. As pesquisas davam ampla vantagem à coalizão de centro-direita Casa das Liberdades: 50,4% dos votos a 35,7%, da coalizão de centro-esquerda Olivo, liderada pelo ex-prefeito de Roma Francesco Rutelli. Com base nesses primeiros números, a Casa das Liberdades conquistou a maioria tanto na Câmara quanto no Senado. "Tratando-se de boca-de-urna e não de projeções oficiais é melhor ter mais cautela, pois segundo nossas pesquisas a diferença não é exatamente essa", ponderou o porta-voz da Olivo, Pietro Folena, lembrando erros de avaliação em eleições anteriores. Na opinião de analistas, a extenuante campanha eleitoral centralizada na figura do líder da direita - tática que ele mesmo elaborou - garantiu ao magnata italiano um grande sucesso pessoal. Até as críticas da imprensa internacional - como seus seguidores haviam previsto - acabaram por favorecê-lo. Se os resultados se confirmarem, o movimento fundado por Berlusconi em 1994, Força Itália, terá se tornado o maior partido italiano, tendo obtido, segundo as pesquisas, 32% dos votos. Os outros grupos que formam a Casa das Liberdades - dos ex-democrata-cristãos aos neofascistas - perderam um pouco de terreno. Dono de um império que compreende três canais de televisão, a maior casa editorial do país (Mondadori), uma produtora e distribuidora de cinema, uma financeira e empresas de construção civil, além de um clube de futebol, o Milan, Berlusconi deverá concentrar também o poder político para conduzir a Itália nos próximos cinco anos. Será o retorno do líder conservador ao cargo do qual foi derrubado em 1994. A primeira sessão do novo Parlamento ocorrerá no dia 30 e, logo em seguida, o presidente da república designará o novo chefe do governo.

Agencia Estado,

13 Maio 2001 | 18h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.