Bomba fere três pessoas no noroeste do Paquistão

Militantes respondem com mais violência à ofensiva anti-taleban do exército

Associated Press

26 Novembro 2009 | 04h41

A explosão de uma bomba em uma estrada, que tinha o objetivo de atingir um oficial de polícia, feriu três pessoas, na cidade de Peshawar nesta quinta-feira, 26. O ataque faz parte da última onda de violência que visa atingir a área desde que o exército lançou uma ofensiva anti-taleban no mês passado.

 

 

O médico olha o raio-X do menino que foi ferido no atentado

 

A bomba foi detonada por controle remoto quando Riaz Ulislam, o chefe da estação policial em Peshawar, passava com seu veículo por uma área residencial na cidade perto de uma escola, disse Hakim Kha, um oficial de polícia que estava onde ocorreu a explosão.

O artefato feriu Ulislam, seu motorista e uma criança que estava passando pelo local, disse Khan. A explosão danificou o veículo e uma torre elétrica próxima, ele acrescentou.

Militantes suspeitos têm detonado uma onda de ataques mortais em e perto de Peshawar desde que o exército iniciou uma ofensiva na metade de outubro no sul do Waziristão, área tribal onde a Al-Qaeda e os líderes talebans podem estar escondidos.

Na semana passada, um suicida-bomba matou 19 pessoas nas proximidades de um edifício da justiça em Peshawar. No final de outubro, um carro-bomba explodiu em um mercado movimentado da cidade, matando pelo menos 12 pessoas, o ataque que mais causou mortos no Paquistão em dois anos.

Mais conteúdo sobre:
bomba atentado Peshawar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.