Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Internacional » Brasil alerta para risco de 'desaceleração estrutural'

Internacional

RODRIGO BUENDIA/AFP

Brasil alerta para risco de 'desaceleração estrutural'

Em discurso na cúpula da Celac, chanceler brasileiro pede união do bloco para combater crise econômica

0

Vera Rosa, ENVIADA ESPECIAL / QUITO,
O Estado de S. Paulo

27 Janeiro 2016 | 23h58

O ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, disse nesta quarta-feira, em discurso na sessão plenária da 4.ª Cúpula da Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac), que a América Latina e o Caribe enfrentam “risco de desaceleração estrutural” e pediu a unidade do bloco para combater a crise econômica.

“Não podemos permitir que esse risco se concretize”, disse Vieira, que fez o pronunciamento em nome da presidente Dilma Rousseff. “No Brasil, estamos desenvolvendo uma estratégia de estabilização fiscal que continuará nos guiando nos próximos anos e nos permitirá priorizar a retomada do crescimento e a construção de um ambiente de confiança, favorável à ampliação dos investimentos e à criação dos empregos.”

Vieira afirmou que o Brasil está confiante em que, já em 2016, começará a superar o cenário atual de dificuldades para alcançar um novo ciclo de crescimento, “com robustez macroeconômica”, mas disse ser necessário, para tanto, “um processo de integração regional abrangente, incluindo organismos como o Mercosul e a Aliança do Pacífico.

“A integração regional deve ir além dos aspectos de desgravação tarifária e incluir outros temas, como serviços e investimentos”, destacou o chanceler, citando como exemplo negociações para a ampliação dos acordos comerciais com México e Colômbia. 

Mais conteúdo sobre:

Comentários