Caminhão que transportava imigrantes na Líbia capota e mata ao menos 19

Mais de 300 pessoas, a maioria de nacionalidade eritreia e somali, estavam a bordo quando o veículo tombou

O Estado de S.Paulo

14 Fevereiro 2018 | 11h40

TRÍPOLI - Ao menos 19 imigrantes morreram e outros 78 ficaram feridos depois que o caminhão no qual viajavam sofreu um acidente perto de Bani Walid, 170 km ao sudeste da capital líbia Trípoli, informou um porta-voz do hospital local.

+ Entrevista: ‘Países europeus nos impedem  de resgatar refugiados’

Mais de 300 imigrantes, em sua maioria de nacionalidade eritreia e somali, estavam a bordo quando o veículo capotou a 60 km de Bani Walid, de acordo com o porta-voz Hatem al Twijer. Uma fonte militar fala em 25 mortos, mas o número ainda não foi confirmado.

+ Naufrágio na costa da Líbia pode ter matado 90 imigrantes, segundo ONG

O diretor do hospital, Mohamed al-Mabrouk, disse que oito feridos estão em estado grave. “Não recebemos o motorista e não sabemos o que aconteceu com ele”, explicou. “O mais provável é que ele tenha sobrevivido, senão teria sido trazido para cá.”

A região de Bani Walid é um ponto importante para contrabandistas de pessoas, que levam imigrantes da África subsariana por estradas de países vizinhos em direção à costa da Líbia. Eles geralmente são transportados em condições terríveis, passando por vários criminosos que cobram por trechos diferentes da travessia. / AFP e REUTERS

Reveja: Quase 300 imigrantes são resgatados em águas líbias

Mais conteúdo sobre:
Líbia [África] imigração

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.