Casal de penetras participa de jantar na Casa Branca

Michaele e Tareq Salahi gostam de uma festa legal, afirmou hoje um advogado que conhece o casal da Virginia, e talvez tenha sido por isso que os dois não pareciam fora do lugar num jantar na Casa Branca em homenagem ao primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh. O casal era todo sorrisos, quando posou para fotos com o vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, com o chefe de staff da Casa Branca, Rahm Emanuel, com o prefeito de Washington Adrian Fenty e como a âncora da CBS News, Katie Couric. Ninguém suspeitou que o casal Salahi era penetra. O serviço de inteligência está revisando procedimentos de segurança da Casa Branca para descobrir como o casal Salahi conseguiu participar da festa na Casa Branca, na noite da terça-feira, mesmo sem estar na lista de convidados.

AE-AP, Agencia Estado

26 Novembro 2009 | 16h20

Paul Morrison, um advogado da Virgínia que já representou o casal em outras ações, voltou a defendê-los. "Eles apenas foram a uma festa. Eles não fizeram nada errado. Eu sei que eles gostam de uma boa festa. Eles são boas pessoas", disse o advogado.

O presidente dos EUA, Barack Obama, não esteve em perigo em nenhum momento, porque o casal passou pelo mesmo sistema de detecção de armas que os outros 300 convidados.

Os serviços de inteligência foram alertados para o incidente apenas ontem, quando uma das várias fotos do casal Salahi, na qual eles aparecem com Biden, estava postada na página de Michaele Salahi no Facebook.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.