Cerca de 40 tigres com suspeita de gripe avícola serão mortos

Autoridades tailandesas irão matar cerca de 40 tigres suspeitos de estar contaminados com a gripe avícola. Outros 30 já morreram em um zoológico privado no país. A decisão foi tomada depois que mais sete tigres suspeitos de ter o vírus morreram no zoológico Sriracha, na província de Chonburi. A morte dos primeiros 23 animais por gripe avícola havia sido anunciada ontem. Os tigres vinham sendo alimentados regularmente com carne de frango, que pode ter sido contaminada com o vírus da gripe avícola. Executivos do zoológico e profissionais ligados à vida selvagem e à saúde concordaram em matar nesta quarta-feira os tigres doentes ainda remanescentes. Os proprietários do zoológico concordaram porque os tigres acabariam morrendo em conseqüência da doença. A gripe avícola matou 11 pessoas na Tailândia e 20 no Vietnã este ano. No entanto, o vírus é mais comumente encontrado em frangos. Cientistas temem que ele sofra uma mutação e se torne um vírus humano.

Agencia Estado,

20 Outubro 2004 | 11h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.