Divulgação/Palácio Miraflores/Efe
Divulgação/Palácio Miraflores/Efe

Chávez acusa EUA de estimularem conflito com a Colômbia

Presidente venezuelano diz que militares devem estar prontos para guerra com vizinho sul-americano

AE-AP, Agencia Estado

08 Novembro 2009 | 19h33

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, afirmou neste domingo que os líderes militares devem estar preparados para um possível enfrentamento armado com a Colômbia e disse que os soldados devem ficar atentos se os Estados Unidos estão tentando provocar uma guerra entre os dois vizinhos. "A melhor forma de se evitar a guerra é se preparar para ela", disse Chávez durante seu programa semanal de rádio e televisão, "Alô Presidente".

Chávez disse a seus simpatizantes que o Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, está influenciando o governo colombiano e advertiu Obama para que evite utilizar seus aliados em Bogotá para criar uma ofensiva militar contra a Venezuela. "Senhor presidente Obama, não vá cometer o erro de realizar uma agressão contra a Venezuela através da Colômbia", afirmou Chávez.

O Presidente venezuelano está preocupado com o acordo firmado no final de outubro entre Bogotá e Washington que dá às Forças Armadas norte-americanas acesso a sete bases colombianas. Durante seu discurso Chávez repetiu acusação de que os Estados Unidos podem utilizar essas bases como plataforma para iniciar ataques contra seu país e tomar o controle de suas enormes reservas de petróleo.

A crise diplomática entre Colômbia e Venezuela se aprofundou nas duas últimas semanas, quando dois militares venezuelanos foram assassinados no Estado fronteiriço de Táchira por supostos paramilitares. Depois do incidente, a venezuelana enviou 15 mil soldados para reforçar a guarda nas fronteiras com a Colômbia e o Brasil, sob o argumento de intensificar as operações contra o narcotráfico e a extração ilegal de minérios. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Venezuela Chávez Colômbia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.