Chile responde a Peru sobre suposta espionagem

O governo chileno rechaçou os termos empregados em uma nota do Peru, na qual Lima denuncia um suposto caso de espionagem que favoreceria Santiago. Mas o governo chileno se comprometeu a realizar um "estudo cuidadoso" do caso, informou hoje a chancelaria.

AE-AP, Agencia Estado

24 Novembro 2009 | 15h04

Um breve comunicado informou que a resposta chilena foi entregue ao encarregado de negócios peruano no Chile, Guido Toro, por Jorge Montero, diretor de América do Sul da chancelaria chilena.

Montero entregou a Toro uma "Nota Verbal de resposta à do Ministério de Relações Exteriores do Peru", segundo o comunicado da chancelaria. Em sua resposta, o governo chileno "rechaça os termos da Nota peruana, por estimar que os mesmos não condizem com o espírito construtivo que deve presidir a relação bilateral".

Além disso, a resposta chilena informa que recebeu outros documentos também enviados junto com a nota, "ressaltando que se procederá seu cuidadoso estudo, cujos resultados serão comunicados a esse país, uma vez que este seja concluído", afirma o texto.

Mais conteúdo sobre:
Chile Peru espionagem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.