China condena à morte homem que atacou escola

A corte chinesa sentenciou um homem à morte hoje pelo ataque que feriu 29 crianças e três professoras do jardim da infância no mês passado, segundo reportagem da agência de notícias Xinhua no The New York Times. A Corte de Taizhou, na província oriental chinesa Jiangsu, julgou Xu Yuyuan culpado por tentativa de homicídio, informou a agência. O ataque de 29 de abril foi um dos cinco maiores praticados contra escolas nos últimos dois meses, que deixaram 17 mortos e mais de 50 feridos. As informações são da Dow Jones.

NALU FERNANDES, Agência Estado

15 Maio 2010 | 13h45

Mais conteúdo sobre:
violência China ataque escola

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.