1. Usuário
Assine o Estadão
assine

China executa oito pessoas condenadas por terrorismo

Estadão Conteúdo

23 Agosto 2014 | 17h 21

A mídia estatal chinesa informou que oito terroristas condenados foram executados na região ocidental chinesa de Xinjiang, onde conflitos étnicos mataram dezenas de pessoas este ano.

O portal de notícias administrado pelo governo Tianshan Net disse que entre os executados estavam três homens condenados por planejar um ataque mortal em Pequim no ano passado. Um motorista dirigiu um veículo utilitário esportivo - com sua mãe e esposa como passageiros - em direção a uma multidão, matando a eles mesmos e três transeuntes. O incidente foi visto como um sinal de que a violência étnica estava se espalhando para fora da região de Xinjiang.

Os outros foram condenados por crimes como ataques à polícia, fabricação de bombas, assassinatos e incêndios em postos de controle.

Xinjiang é região de muçulmanos e minoria turca de uigures. Pequim culpa o terrorismo, com laços no exterior, pela violência étnica na região, mas grupos de direitos humanos dizem que os

uigures estão sofrendo com as políticas e as práticas repressivas.

Todas as oito pessoas executadas têm nomes de sonoridade uigure.

A China está em uma campanha pesada de um ano contra o terrorismo em Xinjiang, após uma série de ataques que deixaram dezenas de pessoas mortas neste ano. As autoridades prometeram ações rápidas e punições severas contra os terroristas, mas grupos uigures de direitos humanos disseram que as medidas duras só iria segregar ainda mais os uigures e causar mais ressentimento.

Fonte: Associated Press