China fecha fronteira com Afeganistão para jornalistas

A China proibiu hoje a presença de jornalistas estrangeiros na região de Taxkorgan, que faz fronteira com o Afeganistão. Segundo comunicado emitido pelo Centro de Imprensa do Ministério do Exterior chinês, a medida foi tomada para garantir a segurança dos jornalistas. O governo diz que a região é calma, mas a China está cautelosa pois teme que ataques de extremistas islâmicos que vivem naquela região possam ser deflagrados depois de uma invasão dos Estados Unidos ao Afeganistão. As tropas chinesas na região foram reforçadas para evitar invasões e ataques de extremistas e para conter uma leva de refugiados afegãos.

Agencia Estado,

07 Outubro 2001 | 03h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.