1. Usuário
Assine o Estadão
assine

China relembra fim de guerra com o Japão

AE - Agência Estado

07 Julho 2014 | 02h 40

O presidente da China, Xi Jiping, criticou durante o 77º aniversário do início da guerra com o Japão aqueles que "embelezam a história da agressão".

A celebração marca o Incidente da Ponte Marco Polo, em 1937, quando forças japonesas provocaram um confronto com soldados chineses ao tentarem invadir a cidade de Wanping, próxima à Pequim. Essa luta é conhecida por marcar a primeira batalha da segunda guerra sino-japonesa, que continuou até o Japão ser derrotado pelos aliados, em 1945.

Nesse ano, o evento foi lembrado de forma incomum, contando com um discurso de Xi televisionado nacionalmente.

A celebração ocorre em um momento no qual Pequim faz propaganda contra o Japão. Os dois governos estão envolvidos em disputas sobre a soberania de ilhas desabitadas no Mar do Leste da China. A reinterpretação da Constituição pacifista do Japão também não agradou os chineses.

Na semana passada, a China publicou na internet documentos com relatos de atrocidades cometidas por japoneses nos tempos de guerra. "Infelizmente, quase 70 anos após a vitória da guerra chinesa de resistência contra a agressão japonesa e a guerra antifascista, ainda há um grupo minoritário de pessoas que ignoram os fatos históricos, que ignoram as dezenas de milhares de vidas perdidas na guerra, que vão contra a maré da história e negam e até mesmo embelezam a história da agressão e ferem a confiança internacional mútua e criam tensões regionais", disse Xi. Fonte: Associated Press.