Comandante militar britânico diz que Al-Qaeda não está no Afeganistão

Jock Stirrup afirma que no momento rede extremista está restrita a pequena área no Paquistão.

BBC Brasil, BBC

08 Novembro 2009 | 20h36

O comandante das Forças Armadas britânicas, Sir Jock Stirrup, disse em entrevista à BBC que a rede extremista Al-Qaeda não está atuando no Afeganistão e está restrita a uma pequena área do Paquistão.

"É verdade que a Al-Qaeda não está operando no Afeganistão neste momento. Também é verdade que particularmente nos últimos anos o núcleo da Al-Qaeda sofreu danos significativos", disse.

Stirrup afirmou que o fato de a Al-Qaeda não estar no Afeganistão no momento não significa que o grupo não possa regressar ao país nem que a organização já tenha sido derrotada completamente.

"O que eu digo é que se a pressão continuar, há uma grande possibilidade de conseguirmos."

As declarações do comandante militar britânico foram feitas em uma semana particularmente difícil para as tropas britânicas no Afeganistão.

Nos últimos dias, oito soldados britânicos morreram no Afeganistão, o que aumentou o debate sobre a presença das tropas britânicas no país.

Stirrup disse que o progresso no Afeganistão é "doloroso e lento", mas afirmou que as tropas que estão lutando no país estão convencidas de que ganham terreno.

Estados Unidos

Em uma entrevista separada, ao canal de TV Sky News, o secretário de Defesa britânico, Bob Ainsworth, disse que a missão britânica no Afeganistão está diretamente ligada à segurança na Grã-Bretanha.

"Um fracasso (no Afeganistão) seria um desastre para nós", afirmou.

Ainsworth disse ainda que os Estados Unidos precisam tomar uma decisão sobre sua estratégia no Afeganistão rapidamente para que a missão da Otan possa ter sucesso no país.

A segurança no Afeganistão vem se deteriorando, apesar da presença de mais de 100 mil soldados nas tropas lideradas pela Otan, entre eles, 68 mil americanos.

O presidente americano, Barack Obama, está estudando um pedido de um comandante americano no Afeganistão sobre o envio de mais 40 mil soldados americanos ao país. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Mais conteúdo sobre:
afeganistão al-qaeda stirrup paquistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.