1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Conflito deve durar até setembro, diz premiê de Israel

Estadão Conteúdo

24 Agosto 2014 | 12h 25

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, afirmou neste domingo que é provável que o conflito com o Hamas se arraste até setembro e sinalizou que Israel planeja expandir os ataques aéreos na Faixa de Gaza. Em discurso horas depois do funeral de uma criança israelense vítima de um ataque palestino na última sexta-feira, o premiê pediu que a população de Gaza evacue imediatamente áreas próximas de atividades militantes. "Todo lugar como este é um alvo para nós", afirmou.

As declarações de Netanyahu acontecem um dia depois de a Força Aérea de Israel derrubar um prédio de 12 andares na Cidade de Gaza, maior complexo residencial destruído desde o início do conflito. O Exército israelense alegou que o prédio estava servindo como um dos principais centros de comando para o Hamas e que disparou um tiro de advertência para sinalizar aos residentes que planejavam atacar o prédio. Moradores negaram qualquer atividade militante no edifício.

O primeiro-ministro israelense também disse que a ofensiva contra os militantes do Hamas não deve acabar em 1º de setembro, o primeiro dia do ano letivo em Israel. Fonte: Dow Jones Newswires.