Congresso dos EUA chega a acordo sobre corte de IR

Negociadores do Senado e da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos chegaram na noite desta sexta-feira a um acordo final sobre um pacote de corte de impostos de US$ 1,35 trilhão em 11 anos e que daria este ano aos contribuintes solteiros uma restituição de US$ 300. A restituição para os casais seria de US$ 600. Este programa, uma mistura das propostas de impostos apoiadas pelo presidente George W. Bush e de outras aprovadas pelo Congresso, também eliminaria o imposto sobre herança em 2010 e aumentaria algumas isenções antes disto. "Este ano poderemos dar aos contribuintes norte-americanos mais de US$ 30 bilhões para usarem como acharem melhor", disse o presidente da Comissão de Arbitragem da Câmara de Representantes, Bill Thomas. Da mesma forma, seria reduzido o nível máximo da taxa de imposto de renda de 39,6% para 35% no mesmo período de tempo. Além disso, estão inclusas provisões para duplicar o crédito de US$ 500 de impostos por cada filho e permitir o aumento das contribuições com planos de previdência. A medida deverá ser votada na Câmara dos Representantes. Mais tarde, será a vez do Senado votar o projeto.

Agencia Estado,

25 Maio 2001 | 23h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.