REUTERS/Mike Segar
REUTERS/Mike Segar

Conselho de Segurança da ONU realiza nova reunião sobre envenenamento de ex-espião

Segundo o embaixador russo nas Nações Unidas, cúpula discutirá a carta enviada pela primeira-ministra Theresa May acusando Moscou de ser responsável pelo ataque a Serguei Skripal

O Estado de S.Paulo

05 Abril 2018 | 04h50
Atualizado 05 Abril 2018 | 12h03

HAIA – O Conselho de Segurança da ONU realiza nesta quinta-feira, 5, mais uma reunião a respeito do envenenamento do ex-espião russo Serguei Skripal e a filha dele, Yulia. A cúpula foi convocada pela Rússia após ser impedida de participar das investigações sobre o caso.

+ Diplomatas americanos expulsos deixam embaixada em Moscou

+ Filha de ex-espião russo envenenada na Inglaterra diz se sentir 'cada dia melhor'

Segundo o embaixador russo nas Nações Unidas, Vasili Nebenzia, a reunião discutirá a carta enviada pela primeira-ministra britânica, Theresa May, acusando Moscou de ser responsável pelo ataque ao ex-espião. 

+ Chanceler russo sugere que envenenamento de ex-espião poderia beneficiar governo britânico

+ Mundo entrará em 'situação de Guerra Fria' se represálias a Moscou continuarem, diz embaixador russo

O governo russo nega envolvimento no caso e solicitou na véspera à Organização para a Proibição de Armas Químicas (Opaq) permissão para participar com a China das investigações sobre o envenenamento. O pedido foi negado pelos 41 membros do conselho executivo da organização.

A reunião do Conselho de Segurança desta quinta-feira será realizada às 15h (16h em Brasília). No dia 14, a cúpula já havia analisado o caso, mas não tomou nenhuma medida.

O ataque a Skripal elevou as tensões diplomáticas entre a Rússia e os países ocidentais, que expulsaram mais de 150 diplomatas russos de suas respectivas embaixadas. A medida foi retaliada por Moscou, que ordenou a saída do mesmo número de representantes das embaixadas na Rússia. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.