AP Photo/Gregory Bull
AP Photo/Gregory Bull

Coreia do Norte diz que não tem intenção de se reunir com EUA durante Jogos de Inverno

Diretor-geral do Ministério das Relações Exteriores afirmou que ‘a visita da delegação é apenas para participar da Olimpíada e saudar sua bem-sucedida realização’

O Estado de S.Paulo

08 Fevereiro 2018 | 10h21

SEUL - A Coreia do Norte não tem qualquer intenção de encontrar autoridades dos EUA durante a Olimpíada de Inverno, que começa na Coreia do Sul na sexta-feira, relatou a mídia estatal norte-coreana, enfraquecendo esperanças de que os Jogos ajudarão a resolver um impasse provocado pelos programas de armas de Pyongyang.

+ Pyongyang realiza parada militar na véspera da abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno

“Nós nunca imploramos por diálogo com os EUA e nem o faremos no futuro”, disse o diretor-geral do Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte, Jo Yong-sam, segundo a agência de notícias KCNA.

+ Papa elogia desfile conjunto das delegações de Pyongyang e Seul na abertura dos Jogos de Inverno

“Falando explicitamente, nós não temos nenhuma intenção de encontrar com o lado dos EUA durante nossa estada na Coreia do Sul. A visita da nossa delegação é apenas para participar da Olimpíada e saudar sua bem-sucedida realização.”

Seul

O presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, encontrará membros da delegação olímpica da Coreia do Norte no sábado, incluindo a irmã do líder norte-coreano, Kim Jong-un, informou nesta quinta-feira, 8, a presidência sul-coreana.

Moon também participará de um almoço com a delegação norte-coreana, disse o porta-voz do presidente, Kim Eui-kyeom, a repórteres. O local do encontro ainda não foi confirmado.

O vice-presidente dos EUA, Mike Pence, que descreveu a Coreia do Norte como o regime mais tirânico do mundo, chegou à Coreia do Sul na terça-feira. Ele assistirá à cerimônia de abertura em Pyeongchang.

Na quarta-feira, ele investiu contra Pyongyang, anunciando, de Tóquio, que Washington imporá suas sanções "mais duras" até hoje contra o governo norte-coreano. "Não se deve permitir à Coreia do Norte sequestrar a mensagem e as imagens dos Jogos Olímpicos", alertou Pence. / AFP e REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.