1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Coreia do Norte lança míssil curto após teste nuclear

Efe

25 Maio 2009 | 03h 23

De acordo com fontes, artefato teria sido lançado da base de Musudan-ri e teria alcance de 130 Km

A Coreia do Norte lançou nesta segunda-feira, 25, um míssil de curto alcance após ter anunciado que realizou com sucesso seu segundo teste nuclear, segundo fontes diplomáticas sul-coreanas citadas pela agência local Yonhap.

 

 

Veja também:

 especial As armas e ambições das potências nucleares

lista Conheça o arsenal de mísseis norte-coreano

link Japão solicita reunião urgente do Conselho de Segurança

 

 

Os serviços de inteligência da Coreia do Sul e dos EUA estão tentando verificar se foi feito este teste de míssil, que de acordo com as fontes citadas teria sido lançado da base norte-coreana de Musudan-ri e teria tido um alcance de 130 quilômetros.

 

Em reação ao lançamento do míssil e da realização do segundo teste nuclear, Coreia do Sul e Japão pedirão ao Conselho de Segurança (CS) da ONU que imponha sanções contra a Coreia do Norte.

Assim concordaram nesta segunda-feira os ministros de Exteriores sul-coreano, Yu Myung-hwan, e japonês, Hirofumi Nakasone, que participam em Hanói (Vietnã) da reunião do Fórum Ásia-Europa (Asem).

 

Fontes sul-coreanas asseguraram também que Yu discutirá o tema com seus colegas de outras nações, incluindo Rússia e China, também em Hanói, para participar da cúpula da Asem.

 

O Governo japonês já solicitou uma reunião de urgência do Conselho de Segurança da ONU após o lançamento de um foguete de longo alcance por parte da Coreia do Norte, no dia 5 de abril.

 

Após vários dias de debates, o Conselho condenou o teste e exortou o regime comunista para que não repetisse ações desse tipo. No entanto, a Coreia do Norte não se intimidou e em 29 de abril ameaçou realizar seu segundo teste nuclear. Hoje o fez.

 

Cerca de 30 chanceleres dos 43 países-membros do Asem participam desde esta manhã na cúpula de ministros de Exteriores do fórum, uma iniciativa dedicada a impulsionar a cooperação entre ambos os continentes.

 

Potência
 

A potência da bomba nuclear detonada nesta segunda-feira, 25, pela Coreia do Norte era de perto de 20 quilotons, segundo fontes do Ministério da Defesa da Rússia.

 

"Segundo os dados dos meios técnicos russos de controle de explosões nucleares, a potência da bomba nuclear foi de cerca de 20 quilotons", disse em condições de anonimato um alto cargo dessa pasta, citado pela agência oficial russa "Itar-Tass".

 

Ele acrescentou que o teste nuclear foi efetuado no mesmo polígono no qual a Coreia do Norte realizou sua primeira prova subterrânea em 2006.