Susan Walsh/AP
Susan Walsh/AP

Coreia do Norte realiza primeiro teste com míssil na Era Trump

Armas são consideradas de médio alcance e não representam ameaça direta aos Estados Unidos

O Estado de S. Paulo

12 Fevereiro 2017 | 07h12

A Coreia do Norte realizou, neste domingo, o primeiro lançamento de míssil como exercício militar depois da posse de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos. O armamento foi lançado às 7h55 do horário local (21h25 em Brasília) de Banghyon e caiu no oceano próximo à costa da China, percorrendo uma distância de aproximadamente 500 km.

De acordo com o Comando Estratégico dos Estados Unidos, o míssil foi considerado de médio - ou intermediário - alcance, não representando uma ameaça direta aos norte-americanos.

A denúncia foi feita pelo país vizinho, a Coreia do Sul, que chamou o exercício de primeira tentativa de testar a política norte-americana contra o lançamento de mísseis da Coreia do Norte. O país denunciante afirmou que a manobra violou as Resoluções do Conselho de Segurança, que proíbem o desenvolvimento e testes de mísseis e armas nucleares por parte da Coreia do Norte.  

O treinamento aconteceu no mesmo dia em Trump recebeu, em visita oficial, o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe. Para ele, o lançamento foi considerado "absolutamente intolerável". Na esteira do comentário, Trump afirmou que "Os Estados Unidos apoiam o Japão, seu grande aliado, 100%". Com informações do New York Times.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.