Assine o Estadão
assine

Internacional

Bernie Sanders

Democrata Bernie Sanders lança vídeo de campanha em espanhol

Anúncio com duração de 5 minutos é narrado por imigrante mexicana e trata do esforço do pré-candidato para melhorar as condições de trabalho de hispânicos em cultivos de tomate

0

O Estado de S. Paulo

05 Março 2016 | 18h22

WASHINGTON - A campanha presidencial de Bernie Sanders apresentou neste sábado, 5, um anúncio de 5 minutos em espanhol sobre os esforços do pré-candidato democrata para melhorar as condições de trabalhadores hispânicos em cultivos de tomate na Flórida. O anúncio será transmitido em rede nacional para chegar a milhões de eleitores latinos.

"Eu acredito que sempre vou lutar", diz em espanhol Udelia Chautla, a protagonista do longo anúncio que deve começar a circular a partir de quinta-feira na rede de televisão Univisión em todo o país.

Chautla, uma imigrante mexicana, trabalha nos cultivos de tomate em Immokalee (Flórida) e em 2010 começou a protestar com a campanha "Fair Food" ("Comida Justa"), que pedia às corporações pagar mais por cada libra de tomates para proporcionar melhores salários e condições aos trabalhadores. "Havia abusos dos patrões a seus trabalhadores, e também alguns não forneciam o necessário, como água e banheiros", lembra Chautla no vídeo.

O anúncio, de uma duração incomum na televisão e será transmitido inclusive em horário de máxima audiência, é uma tentativa da campanha de Sanders de conquistar mais hispânicos, que até agora se mostraram divididos entre os aspirantes democratas.

Sanders procura também melhorar suas opções na Flórida, que votará em 15 de março e onde sua rival, a ex-secretária de Estado Hillary Clinton, desponta como favorita entre os democratas.

Chautla, a protagonista do anúncio, é mãe de três crianças e fala ao longo do vídeo de suas dificuldades para pôr comida sobre a mesa porque o que ganhava não era suficiente. "Os patrões não conhecem, não sabem por tudo o que temos que passar porque temos famílias", diz entre lágrimas Chautla.

Em 2008, Sanders visitou o campo de cultivo onde trabalha Chautla e ela lembra que o senador "se interessou pela vida dos trabalhadores e quis saber das lutas" que livravam. Após sua visita, Sanders organizou uma audiência no Senado na qual trabalhadores de Immokalee testemunharam sobre suas condições.

Segundo vários relatórios de imprensa, essa audiência ajudou a aumentar a pressão para que as grandes companhias chegassem a um acordo com a Coalizão de Trabalhadores de Immokalee (CIW, em inglês) pelo qual começaram a pagar a mais por libra pelos tomates, um lucro que vai diretamente aos empregados. "Agora sim há mais direitos e mais apoio aos trabalhadores, começou a haver mudanças no pagamento", conta Chautla no vídeo.

A campanha de Sanders assegura que o voto latino lhe permitiu ganhar os caucus no Colorado, enquanto Hillary obteve a maioria do respaldo hispânico no Texas; e os dois aspirantes afirmam ter conquistado esse grupo de eleitores em Nevada. /EFE

Comentários