Vincent Yu/AP
Vincent Yu/AP

Diamante leiloado em Hong Kong é o mais caro da história

Joia foi disputada por três compradores no país asiático

O Estado de S.Paulo

05 Abril 2017 | 01h25

HONG KONG - Um diamante negociado por US$ 71,2 milhões em uma leilão nesta terça-feira, 4, estabeleceu um novo recorde mundial, segundo a Sotheby's, a casa de leilões que organizou o evento. A joia de 59,6 quilates, conhecida como "Pink Star", é o maior diamante cor de rosa sem falhas já avaliada pelo Instituto Americano de Gemologia (GIA, na siga em inglês). 

O diamante superou as estimativas de US$ 60 milhões da pré-venda. Três compradores disputaram a pedra por telefone durante cinco tensos minutos de um leilão. A multidão aplaudiu quando ele finalmente foi comercializado para Chow Tai Fook, tradicional joalheria chinesa. 

Até agora, o diamante mais caro já vendido em um leilão foi o "Oppenheimer Blue", por US$ 57,6 milhões em maio de 2016. O último recorde para um diamante cor de rosa foi de US$ 46,2 milhões pelos 24,78 quilates do "Graff Pink", em 2010. 

A Sotheby's decidiu que era hora de trazer o diamante de volta ao mercado motivada pela demanda crescente de compradores asiáticos. "O elemento asiático no mercado de joias é extremamente importante e nos últimos seis meses eles tornaram-se mais importantes", disse David Bennet, presidente da divisão de joias da Sotheby's. / AP

Mais conteúdo sobre:
HONG KONG Sotheby''s

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.