Dois carros-bomba espalham destruição em Bagdá

Dois carros-bomba foram detonados na capital do Iraque, um nos portões de uma importante base de forças americanas e iraquianas e outro nas proximidades de importantes hotéis da cidade. Mais de 20 pessoas foram mortas e 96 ficaram feridas. As explosões ocorreram num intervalo de aproximadamente uma hora. No primeiro ataque, um veículo explodiu do lado de fora da Zona Verde, área de Bagdá que abriga a embaixada americana e diversos prédios públicos, informa o coronel Adnan Abdul-Rahman, porta-voz do Ministério do Interior. A explosão ocorreu às 8h45 da manhã (hora local). A segunda explosão teve como alvo um comboio de veículos que deixava um complexo de hotéis onde ficam hospedados trabalhadores estrangeiros e jornalistas. Rajadas de balas foram ouvidas após a detonação. Ainda em Bagdá, homens armados assassinaram um alto funcionário do Ministério de Ciência e Tecnologia e uma funcionária no subúrbio de Zayona. Mais dois carros-bomba explodiram na cidade de Mossul, ao noroeste de Bagdá. Numa das explosões, três pessoas morreram - duas supostamente envolvidas na preparação do veículo, e um civil. Onze pessoas ficaram feridas. Na outra, um soldado americano ficou ferido.

Agencia Estado,

04 Outubro 2004 | 11h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.