Duas pessoas morrem e uma fica ferida após tiroteio em shopping no Arizona

Uma mulher, atingida na perna, era ex-esposa do atirador; ele que cometeu suicídio em seguida

O Estado de S.Paulo

15 Abril 2017 | 03h05

TUCSON - Um capitão do Corpo de Bombeiros de Tucson, no Arizona, foi o autor dos disparos que matou um homem e deixou uma mulher ferida no último sábado, 15. Após o tiroteio dentro do Firebirds Restaurante, Frederick Bair, 60 anos, cometeu suicídio.

Neste domingo, 16, o porta-voz do Departamento de Xerife de Pima County, Cody Gress, disse que Bair fez vários disparos dentro do restaurante, matando Eliot Cobb, 65 anos, e atingindo na perna Mary Jo Bair, 57 anos, ex-esposa de Bair.

O motivo do crime ainda está sendo investigado. Gress disse que os detetives estavam entrevistando algumas pessoas que estavam no restaurante no momento do tiroteio. /Associated Press

Mais conteúdo sobre:
Arizona

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.