Ecoterroristas são suspeitos de atentados nos EUA

A polícia dos Estados norte-americanos de Washington e Oregon, no noroeste do país, atribuiu a ecoterroristas uma série de incêndios em viveiros onde se efetuavam trabalhos de engenharia genética. Os alvos dos responsáveis pelos atentados foram o laboratório de pesquisas de horticultura urbana da Washington State University de Seattle e um viveiro de álamos em Oregon. "Temos todas as provas: ambos incêndios devem ser atribuídos a grupos radicais de ambientalistas que se opõem firmemente à pesquisa sobre modificação genética dos cultivos de árvores", disse um porta-voz da polícia de Seattle.

Agencia Estado,

23 Maio 2001 | 22h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.