Reuters / Egyptian Military
Reuters / Egyptian Military

Egito diz que há resquícios de explosivos em avião da EgyptAir

Jato caiu no Mar Mediterrâneo, com 66 pessoas a bordo, quando viajava de Paris, na França, até o Cairo

O Estado de S.Paulo

15 Dezembro 2016 | 13h44

CAIRO - As autoridades do Egito anunciaram nesta quinta-feira, 15, que encontraram rastros de explosivos no avião da EgyptAir que caiu no dia 19 de maio no Mar Mediterrâneo, com 66 pessoas a bordo, quando viajava de Paris, na França, até o Cairo.

Segundo nota da comissão que investiga as causas da tragédia, o relatório dos legistas indica que "foram encontrados rastros de material explosivo em alguns restos mortais das vítimas". O material foi identificado como dinamite. 

Trechos da caixa-preta que grava os diálogos na cabine indicam sinais de fumaça no banheiro do avião, um Airbus A320. 

O Ministério de Aviação do Egito declarou que abrirá uma investigação para analisar a queda do avião. Foi a segunda queda de avião no país em sete meses. No ano passado, um avião com turistas russos explodiu sobre a Península do Sinai. /AP e EFE

 

Mais conteúdo sobre:
Egito EgyptAir Mar Mediterrâneo Paris França

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.