Kevin Lamarque/Reuters
Kevin Lamarque/Reuters

'Ele gosta de mim. E eu gosto dele', diz Trump sobre Obama

Em entrevista, atual presidente afirma que superou diferenças com democrata durante transição de governo

O Estado de S.Paulo

07 Fevereiro 2017 | 05h12

WASHINGTON - O presidente Donald Trump disse que ele e seu antecessor, Barack Obama, gostam genuinamente um do outro, apesar dos conflitos durante a campanha de 2016.

Em entrevista ao jornalista Bill O'Reilly, da Fox News, Trump disse que "é um estranho fenômeno", mas que se dá bem com Obama. "Eu não sei se ele vai admitir isso, mas ele gosta de mim. E eu gosto dele", disse o presidente dos Estados Unidos, em entrevista gravada na sexta-feira, 3, e exibida na noite de segunda-feira, 6.

Trump e Obama passaram meses a trocar insultos públicos durante a campanha de 2016. O atual presidente chegou a afirmar que o democrata fundou o Estado Islâmico, enquanto o ex-presidente disse que o bilionário não era qualificado para liderar o país.

Mas Trump afirmou que todas as diferenças com Obama já foram superadas durante a transição de governo. "A política é incrível", disse na entrevista. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.