EFE/POLICÍA DE COLOMBIA/
EFE/POLICÍA DE COLOMBIA/

ELN liberta ex-governador colombiano sequestrado em 2013

Patrocinio Sánchez Montes de Oca foi prefeito de Quibdó entre 2001 e 2003 e governador do Chocó de 2008 a 2010; ELN abriu negociação de paz com governo na semana passada

O Estado de S. Paulo

04 Abril 2016 | 11h30

BOGOTÁ - O Exército de Libertação Nacional (ELN), a segunda maior guerrilha da Colômbia, libertou no domingo, 3, em uma área rural do Departamento (Estado) de Chocó o ex-governador dessa região Patrocinio Sánchez Montes de Oca, sequestrado há dois anos e nove meses, informou a imprensa local.

"Às 12h45 (horário local, 14h45 em Brasília) foi libertado Patrocinio Sánchez. Devido a seu estado de saúde, ainda não quis falar. Está em Quibdó (capital departamental) e continuamos à espera de mais detalhes", disse à "Radio RCN" o comandante da Força-Tarefa Titán, general Javier Díaz.

Sánchez Montes de Oca foi prefeito de Quibdó entre 2001 e 2003 e governador do Chocó de 2008 a 2010, quando foi condenado a 18 meses de prisão pela Corte Suprema de Justiça por irregularidades em contratos de saúde.

Os Sánchez Montes de Oca são uma poderosa família que nas últimas duas décadas controlou o poder político em Chocó.

A libertação de Sánchez Montes de Oca acontece após o anúncio na quarta-feira passada do início de um processo formal de negociações de paz entre o governo e o ELN para colocar fim ao conflito armado de meio século. 

Uma das exigências do Executivo para poder desenvolver esses diálogos era a libertação de todos os sequestrados do ELN. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.