1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Em Havana, Fidel Castro revela a Dilma sua satisfação com o Mais Médicos

EFE

28 Janeiro 2014 | 07h 15

HAVANA - A presidente Dilma Rousseff se reuniu nesta segunda-feira, 27, em Havana com Fidel Castro, que também recebeu à primeira-ministra da Jamaica, Portia Simpson-Miller, informou a imprensa oficial de Cuba.

Segundo o site oficial "Cubadebate", Dilma e Fidel falaram sobre o porto de Mariel e sua Zona Especial de Desenvolvimento. Dilma e o presidente do país, Raúl Castro, inauguraram nesta terça-feira, 28, um moderno terminal de contêineres na ilha caribenha que contou com financiamento do BNDES.

Dilma também falou com Fidel Castro - de 87 anos e afastado do poder desde 2006 - sobre sua satisfação com o trabalho dos milhares de cubanos que fazem parte do programa "Mais Médicos".

Segundo o "Cubadebate", o encontro fraternal "foi uma expressão do afeto e da admiração entre Fidel e Dilma".

Também nesta segunda-feira, o líder cubano recebeu à primeira-ministra da Jamaica e os dois conversaram sobre a parceria dos países nas áreas de saúde, educação e esporte, entre outras.

O "Cubadebate" divulgou fotografias dos dois encontros onde se vê Fidel Castro, vestido com roupa esportiva, conversando com os governantes.

Dilma e outros presidentes latino-americanos e do Caribe se encontram em Cuba para participar da II Cúpula da Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos (Celac), que começa amanhã em Havana.

Além desses encontros, Fidel Castro também almoçou no domingo com a presidente da Argentina, Cristina Kirchner, que foi a primeira chefe de Estado latino-americana a chegar em Cuba por ocasião da Cúpula da Celac.