Em nova gravação, Saddam diz que filhos são mártires

Em uma nova gravação de áudio atribuída a Saddam Hussein e divulgada pela rede de televisão Al-Arabiya, o líder deposto reconhece a morte dos filhos, semana passada. ?Se Saddam Hussein tivesse 100 filhos além de Qusay e Uday, Saddam Hussein iria oferecê-los da mesma maneira?, diz a gravação. ?Graças a Deus pelo que reservou para nós, e nos honrou com o martírio deles em Seu nome?. Os dois filhos de Saddam foram mortos numa troca de tiros com soldados americanos em 22 de julho. A transmissão da Al-Arabiya representa o segundo pronunciamento gravado e atribuído a Saddam Hussein a ir ao ar pouco mais de uma semana. O ex-ditador começa a fala citando versos do Corão e então oferece condolências aos iraquianos pela morte dos filhos. Mas ele também se referiu às mortes como ?boas notícias, pois esta é a esperança de todo guerreiro em nome de Deus, assim como outro grupo de almas nobres de mártires subiu ao Criador?.

Agencia Estado,

29 Julho 2003 | 14h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.