Em Seul, EUA sobem o tom contra Coreia do Norte

Os Estados Unidos subiram o tom contra a Coreia do Norte. O presidente norte-americano, Barack Obama, em encontro com o líder sul-coreano, Lee Myung-bak, afirmou querer que Pyongyang abandone seu programa nuclear "de uma vez", em troca de incentivos diplomáticos, de segurança e econômicos. Os dois líderes se disseram comprometidos a fazer com que a Coreia do Norte abandone sua ambição de possuir armas nucleares. Lee advertiu, porém, que isso não será tarefa fácil.

AE, Agencia Estado

19 Novembro 2009 | 13h03

O líder norte-americano também fez hoje um alerta enfático ao Irã sobre as consequências de o país não responder à oferta de um acordo nuclear. Ele afirmou que pode haver um pacote de medidas a serem adotadas "em semanas". "O Irã levou semanas e não mostrou disposição para dizer sim a proposta. Então, como consequência, iniciamos discussões com nossos parceiros internacionais sobre a importância de haver consequências", disse em entrevista coletiva conjunta com Lee Myung-bak.

Obama está em sua quarta e última parada em um giro pela Ásia, seu primeiro na presidência. Ele visitou nos últimos dias Japão, China e foi a um encontro do Pacífico em Cingapura. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
EUA Obama Coreia do Norte programa nuclear

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.